Amor, Suor e Glória!

September 21, 2018

Público fantástico rendido à corrida mais pequena do mundo

 

A Subida à Glória Jogos Santa Casa trouxe a animação, as bicicletas e também o amor ao coração de Lisboa! Dos muitos valentes que pedalaram os 265 metros da Calçada da Glória, o destaque vai para o jovem casal de namorados Miguel Salgueiro e Marta Branco, vencedores das finais masculina e feminina.

 

Marta Branco é uma repetente, venceu a edição de 2017, mas o triunfo deste ano surpreendeu-a. “Não estava em forma como no ano passado porque tenho muitas corridas acumuladas”, desabafou a Campeã Nacional de BTT, em Juniores, antes de justificar como conseguiu o feito: “Chegar lá acima não é fácil, parece que as forças acabam e não dá mais, mas depois o público anima-nos, são fantásticos. Foi espetacular, espetacular!”

 

Sempre sorridente e muito orgulhosa, a vimaranense de 19 anos, teve ao lado no pódio o namorado Miguel Salgueiro da equipa Sicasal/Constantinos que admitiu a dificuldade de conseguir uma vitória na Calçada da Glória. “Isto é uma subida duríssima, é arrancar à morte e dar tudo o que temos. Sou bastante explosivo, mas também tenho muita resistência e acredito que por essa razão consegui fazer a subida toda sempre em altas.” Namorados há pouco mais de 2 anos, Marta e Miguel concordam que o público é um dos grandes responsáveis pelo sucesso na prova: “É um evento espetacular que eu adoro e a organização está de parabéns! As pessoas dão um apoio incrível ao longo destes 265 metros e estou mesmo muito contente por ter vencido aqui.”, rematou o jovem de 19 anos, natural de Odivelas.

 

Tiago Simões da equipa Fortunna/Maia conseguiu o melhor tempo da noite, fez a Subida à Glória em 36,77 segundos. Um tempo irreal muito perto do recorde de 35,59 segundos alcançado, em 2015, por Ricardo Marinheiro. Outro homem em destaque na festa da Glória foi Fernando Anjos que ao pedalar mascarado de havaiana com uma grande peruca vermelha e uns enormes óculos azuis venceu o Prémio da Originalidade.

 

Numa noite quente a rondar os 28ºC na capital, a festa das duas rodas contou com a participação entusiasta de centenas de ciclistas que trouxeram amigos e família para partilhar o amor pelas bicicletas. Uma das estreias mais esperadas da noite foram as bicicletas híbridas trazidas presentes na Subida à Glória. As subidas em e-bikes não contaram para a classificação da prova, mas já deu para sentir o que é subir a Calçada da Glória com um pequeno empurrão. Os Jogos Santa Casa apoiaram pelo quarto ano consecutivo a Subida à Glória, numa iniciativa integrada na Semana Europeia do Desporto e que coincidiu com o final da Semana Europeia da Mobilidade.

Lisboa recebe a corrida mais pequena do mundo e até as e-bikes estão convidadas!

September 18, 2018

No próximo sábado, 22 de setembro, Lisboa vai receber a já lendária Subida à Glória Jogos Santa Casa. A corrida de bicicletas mais pequena do mundo começa às 20 horas, quando os corajosos amantes das duas rodas começarem a subir os vertiginosos 265 metros da Calçada da Glória. E este ano até as e-bikes vão estar presentes!

 

São esperados cerca de 200 atletas para participar nesta prova única que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara e desta vez há um aperitivo extra, vai ser possível subir a Calçada da Glória com bicicletas híbridas com motores de potência limitada a 250 W. Quem não tiver veículo híbrido próprio, terá à disposição uma bicicleta emprestada pelas diversas marcas presentes no evento. Na estreia das e-bikes na Subida à Glória não há qualquer tipo de classificação, trata-se apenas de uma mostra sem caráter competitivo, mas seguramente muito divertida.

 

Entre as bicicletas tradicionais mantém-se a verdadeira competição e os vencedores do ano passado, Tiago Simões e Marta Branco já garantiram presença e vontade de revalidar o título e quem sabe atacar o melhor tempo da prova que continua a pertencer a Ricardo Marinheiro, que em 2015 gastou apenas 35,59 segundos.

 

Na primeira edição oficial da Subida à Glória, em 1913, o então vencedor, Alfredo Piedade, precisou de 1 minuto e 05 segundos para completar os quase 300 metros de calçada. Na “nova vida” da Subida, o “Torpedo da Glória”, como ficou conhecido Ricardo Marinheiro, tornou-se o recordista da rampa que tem um declive médio superior a 17%, com triunfos em 2013, 2014 e 2015.

 

Acima de tudo, a Subida à Glória Jogos Santa Casa é uma comemoração da bicicleta, do desportivismo e dos hábitos de vida saudável apoiados no desporto. É também um momento de entretenimento e, a par com a estreia das bicicletas híbridas, mantém-se uma das “competições” mais divertidas da noite, o Prémio Originalidade para o equipamento mais “curioso” a desfilar na Glória!

 

A Subida à Glória coincide com o final da Semana Europeia da Mobilidade, associa-se, uma vez mais, à Semana Europeia do Desporto e conta, pelo quarto ano consecutivo, com o apoio dos Jogos Santa Casa. As inscrições são abertas a homens e mulheres com idade igual ou superior a 16 anos.

rte, a Subida à Glória Jogos Santa Casa é uma celebração das duas rodas, do desportivismo e dos hábitos de vida saudável apoiados no desporto. É também um momento de divertimento em que os corajosos participantes também podem dar largas à criatividade porque existe o Prémio Originalidade para o equipamento mais “curioso” que se apresentar em competição.

A Subida à Glória associada à Semana Europeia do Desporto é organizada pela Podium Events e conta, pelo quarto ano consecutivo, com o apoio dos Jogos Santa Casa. As inscrições são abertas a homens e mulheres com idade igual ou superior a 16 anos, mas limitadas a 300 participantes.

Já imaginou pedalar na Calçada da Glória em Lisboa?

July 26, 2018

Já abriram as inscrições para a corrida de bicicleta mais pequena do mundo! Podem começar a treinar porque o percurso é pequeno mas muito inclinado! Lisboa vai receber a 22 de setembro, a partir das 20 horas, mais uma edição da vibrante Subida à Glória Jogos Santa Casa. A mítica prova de ciclismo realiza-se na íngreme Calçada da Glória que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara no muito movimentado Bairro Alto.

 

A prova de ciclismo recupera uma tradição antiga da capital portuguesa e traz para a noite lisboeta as bicicletas, que estão cada vez mais presentes na vida dos portugueses e dos alfacinhas. Na primeira edição oficial da Subida à Glória, em 1913, Alfredo Piedade precisou de 1 minuto e 05 segundos para completar os vertiginosos 265 metros da Calçada da Glória. Na “nova vida” da Subida à Glória, Ricardo Marinheiro tornou-se o recordista da prova ao gastar apenas 35,59 segundos na rampa que tem declive médio superior a 17%. Triplo vencedor em 2013, 2014 e 2015, o “Torpedo da Glória”, como ficou conhecido, ainda não encontrou adversário para derrubar este fantástico registo. No ano passado os jovens Tiago Simões e Marta Branco foram os vencedores das finais, masculina e feminina, mas longe de se aproximarem do tempo recorde de Ricardo Marinheiro.

 

Recordes à parte, a Subida à Glória Jogos Santa Casa é uma celebração das duas rodas, do desportivismo e dos hábitos de vida saudável apoiados no desporto. É também um momento de divertimento em que os corajosos participantes também podem dar largas à criatividade porque existe o Prémio Originalidade para o equipamento mais “curioso” que se apresentar em competição.

A Subida à Glória associada à Semana Europeia do Desporto é organizada pela Podium Events e conta, pelo quarto ano consecutivo, com o apoio dos Jogos Santa Casa. As inscrições são abertas a homens e mulheres com idade igual ou superior a 16 anos, mas limitadas a 300 participantes.

Subida à Glória trouxe bicicletas para o centro de Lisboa

September 22, 2017

A Subida à Glória Jogos Santa Casa tomou de assalto o coração de Lisboa e animou ainda mais a noite de sábado da capital alfacinha. Entre os muitos corajosos e amantes das duas rodas, que pedalaram os 265 metros da Calçada da Glória, o destaque vai para os jovens Tiago Simões e Marta Branco, os vencedores das finais masculina e feminina.

“Nunca me tinha preparado para este tipo de provas, habitualmente faço XCO e maratonas, mas hoje vi que tenho aptidão para isto”, disse o emocionado Tiago Simões, de 19 anos, após triunfar na final discutida com Pedro Garcia, o vencedor de 2016. “O meu grande objetivo era ganhar ao Ricardo Marinheiro e consegui isso na meia final. Para o ano cá estarei para tentar bater o recorde dele”, prometeu o jovem de Cernache, Coimbra, que começou a praticar BTT há três anos.

Numa noite de temperatura muito agradável na capital, a festa das duas rodas contou com a participação entusiasta de Fernando Pimenta, o canoísta que recentemente se sagrou Campeão do Mundo em K1 5000. No fim de subir a Calçada da Glória partilhou as sensações da estreia na prova mais pequena do mundo. “Gosto muito de andar de bicicleta, mas esta subida… é muito difícil! Ainda bem que se continua a fazer esta prova, é uma tradição muito bonita!”

Os Jogos Santa Casa apoiaram pelo terceiro ano consecutivo a Subida à Glória, numa iniciativa integrada na Semana Europeia do Desporto que teve a organização Podium Events. Entre os muitos participantes, que encaram esta noite como puro divertimento, destacou-se Fernando Portugal, do Vitória Clube de Lisboa, que ao pedalar mascarado de ”velho corcunda e barrigudo” venceu o Prémio da Originalidade.

Tradicional Subida à Glória Jogos Santa Casa

September 21, 2017

​Na primeira edição oficial da Subida à Glória, em 1913, o jovem Alfredo Piedade conseguia o fantástico registo de 1 minuto e 05 segundos a fazer os vertiginosos 265 metros da Calçada da Glória que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara, em Lisboa. Ao longo dos anos a história evoluiu e, em 2015, Ricardo Marinheiro cilindrou a concorrência com o tempo de 35,59 segundos estabelecendo um novo recorde da prova, marca que perdura até agora.

Este sábado, 23 de setembro, a partir das 20 horas, repete-se a festa do ciclismo quando as bicicletas convergirem para o centro da capital portuguesa, onde se realiza mais uma edição da Subida à Glória Jogos Santa Casa. A mais pequena prova de ciclismo do mundo é organizada pela Podium Events e está associada à Semana Europeia do Desporto.

Mas esta não é uma prova apenas para especialistas, as inscrições estão abertas a homens e mulheres, a partir dos 16 anos, que tenham uma bicicleta e vontade para subir a íngreme calçada onde habitualmente os ascensores da Carris maravilham quem visita esta zona de Lisboa.

A Subida à Glória Jogos Santa Casa é, portanto, um evento único onde a animação é uma constante. As inscrições podem ser feitas em www.subidagloria.com e estão limitadas a 300 participantes.

Às várias figuras do ciclismo português que se misturam entre os anónimos amantes das duas rodas a pedal junta-se Fernando Pimenta, o canoísta que recentemente se sagrou Campeão do Mundo em K1 5000. Entre os principais favoritos está o vencedor de 2016, Pedro Garcia, que não esconde a vontade de fazer mais história na Subida à Glória Jogos Santa Casa: “Gostava de bater o recorde da prova, levo isso em mente, sei que é difícil mas vou tentar. Há já algumas semanas que faço treinos mais específicos para este tipo de prova e não há grande segredo para vencer, é trabalhar e esperar que tudo corra bem, sem percalços.”

Ainda que não tivesse ganho o ano passado, Ricardo Marinheiro, vencedor em 2013, 2014 e 2015, continua a ser detentor da melhor marca da prova e vai tentar contrariar as expetativas de Pedro Garcia. Entre as mulheres, a espanhola Maria Barros Fernandez quer defender o triunfo do ano passado, “Em 2016 consegui bater duas grandes campeãs, a Daniela Reis e a Maria Martins, este ano sinto-me em forma e vou dar o máximo desde o primeiro momento.” Para Chuss Barros, como é conhecida no mundo do ciclismo, a Subida à Glória é uma grande festa mas não deixa de ser uma prova…para ganhar. “Quero passar uma boa noite de ciclismo e espero que o público português vibre comigo, como aconteceu no ano passado. Desejo muita força às minhas adversárias e espero acabar no lugar mais alto do pódio”, conclui a espanhola.

Subida à Glória Jogos Santa Casa vai animar centro lisboeta

September 13, 2017

As bicicletas vão tomar de assalto a Calçada da Glória, em Lisboa, no dia 23 deste mês! A já tradicional e vibrante competição na pequena mas muito inclinada rampa entre a Praça dos Restauradores e o Jardim de São Pedro de Alcântara volta a realizar-se numa organização da Podium Events.

Quem vai conseguir gastar menos de 35,59 segundos nos vertiginosos 265 metros com declive médio superior a 17%?

 

 

Ainda que não tivesse ganho o ano passado, Ricardo Marinheiro, vencedor em 2013, 2014 e 2015, continua a ser detentor da melhor marca e do record da prova.

 

Ele e Pedro Garcia, o melhor em 2016, já confirmaram a inscrição e, entre si, prometem duelo acesso na noite de sábado.

 

A espanhola Maria Barros Fernandez conhecida no universo ciclista por Chuss Barros, vencedora da corrida feminina do ano anterior é outra confirmação da Podium.

​​​​​

​                                                                       

Pedro Garcia e “Chuss” Barros viveram noite de Glória

September 25, 2016

Pedro Garcia e “Chuss” Barros viveram noite de Glória

 

Semana Europeia do Desporto começou com muita pedalada em Lisboa

 

A noite deste sábado, em Lisboa, foi diferente. As bicicletas invadiram os 265 metros da Calçada da Glória onde habitualmente só os ascensores da Carris têm permissão para desfilar. Foi sempre a subir entre a Praça dos Restauradores e o Jardim de São Pedro de Alcântara. No declive médio de 17%, que proporciona um espectáculo único e muito animado, foram muitos os que quiseram participar ao lado de algumas figuras de relevo do ciclismo português, como é o caso do mais recente vencedor da Volta a Portugal, Rui Vinhas.

 

Corajosos das duas rodas, desportistas acérrimos ou simples brincalhões, cada um à sua maneira, fizeram a “Subida à Glória Jogos Santa Casa”. Pedro Garcia e a espanhola Maria Barros Fernandez, conhecida do lado de lá da fronteira, mas também do lado de cá, por Chuss Barros, foram as figuras que mais se destacaram por vencerem as finais de cada categoria.

 

Pedro Garcia impôs-se ao vencedor das últimas três edições e também recordista da prova, Ricardo Marinheiro, que desta vez surgiu debilitado fisicamente devido a recente intervenção cirúrgica. A decisão de alinhar na competição só a tomou na véspera. No apuramento, Marinheiro foi o mais rápido, assim como nas semifinais, mas na discussão da finalíssima perdeu para Pedro Garcia da Associação 20 Km de Almeirim. Pedro Pinheiro foi o terceiro classificado. Entre as mulheres, a terceira classificada do ano passado, “Chuss” Barros, surgiu possante e terminou a finalíssima dois segundos à frente de Jessica Costa. Maria Martins foi desta vez terceira classificada.

 

O ambiente de festa com muita animação foi uma constante ao longo da noite onde, entre os participantes, surgiram quatro elementos da equipa W52/FC Porto, um deles nada mais, nada menos do que Rui Vinhas, o vencedor da Volta 2016. Luis Fernandes foi um leão solitário com as cores do Sporting/Tavira. O Prémio da Originalidade foi dado a “Super Tuga”, uma personagem de Carlos Sacramento roubada ao Carnaval com predominaram as cores portuguesas estampadas numa capa voadora.

 

A Subida à Glória Jogos Santa Casa, organizada pela PodiumEvents, foi a primeira de muitas atividades que, até 30 de Setembro, promovem, em Lisboa, a prática desportiva inseridas na Semana Europeia do Desporto.

“Subida à Glória Jogos Santa Casa” marca início da Semana Europeia do Desporto

September 19, 2016

Será que Rui Vinhas, o vencedor da última Volta a Portugal em Bicicleta, conseguirá melhorar o tempo do recordista Ricardo Marinheiro? Quem vai ganhar o prémio da originalidade a pedalar os 265 metros da “Subida à Glória Jogos Santa Casa”? As respostas vão surgir já no próximo sábado, 24 de setembro, a partir das 20 horas, quando acontecer, em Lisboa, uma noite de festa e animação desportiva dedicada às bicicletas.

 

As previsões meteorológicas para a noite do evento dão como certa uma noite tranquila para os candidatos a subir a ingreme rampa de basalto que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara, junto ao Bairro Alto. A equipa W52/FC Porto com Rui Vinhas, Gustavo Veloso e Joaquim Silva estará entre os participantes naquela que é umas das mais pequenas corridas do mundo das bicicletas e que tem declive médio superior a 17%. Mas nem isso impediu que o vencedor da Taça de Portugal de Ciclocrosse, Ricardo Marinheiro, – conhecido como o “Torpedo da Glória”, por ter vencido consecutivamente as últimas três edições - tenha estabelecido em 35,59 segundos o recorde da prova. Entre as mulheres, destaque para a ribatejana Vanessa Fernandes que alcançou o melhor tempo de 1 minuto e 1 segundo, há dois anos.

 

A dinâmica da prova onde todos (maiores de 16 anos) podem participar é muito fácil. Individualmente cada participante sobe de bicicleta os 265 metros da Calçada da Glória. As subidas são cronometradas e apuram-se os quatro melhores resultados masculinos e femininos que, por sua vez, vão discutir as semifinais e a finalíssima para determinar o vencedor. Para além do ritmo competitivo, a Podium Events, que organiza a corrida, vai premiar os que apostarem num visual diferente e se destacarem na originalidade das bicicletas e dos equipamentos.

 

Pelo segundo ano consecutivo os Jogos Santa Casa apoiam este evento, que marca o início da Semana Europeia do Desporto, iniciativa promovida pela Comissão Europeia juntamente com o Instituto Português do Desporto e Juventude e à qual os Jogos Santa Casa se associam através de um conjunto de atividades dirigidas a pessoas de todas as idades com níveis diferentes de condição física.

 

Este ano todos os que não puderem estar em Lisboa poderão assistir à “Subida à Glória Jogos Santa Casa” em direto, através do Facebook (www.facebook.com/voltaaportugal). Com esta iniciativa a organização dá continuidade ao aumento de divulgação dos conteúdos desportivos nas plataformas digitais.

As inscrições para a “Subida à Glória Jogos Santa Casa” estão abertas em www.subidagloria.com e são limitadas a 300 pessoas. O levantamento do Kit de participante será efetuado no secretariado da prova, a funcionar na zona de partida, na Praça dos Restauradores, das 15h às 19h do dia 24 de setembro.

 “Subida à Glória Jogos Santa Casa” procura novo recordista"

September 13, 2016

“Subida à Glória Jogos Santa Casa” procura novo recordista

| 24 setembro 2016 |

Estão todos convocados!

 

Inscrições em www.subidagloria.com

 

Em 1910, José Moura subiu de bicicleta a Calçada da Glória em 1 minuto e 23 segundos. Dezasseis anos depois, ainda moço, Alfredo Piedade que viria a ser um “Às” do ciclismo, gastou 1 minuto e 10 segundos para trepar os íngremes 265 metros no coração de Lisboa. No próximo dia 24 de setembro a fasquia está muito mais alta! O desafio é subir a mítica rampa que liga a Praça dos Restauradores ao Jardim de São Pedro de Alcântara, em menos de 35,59 segundos. Este foi o tempo recorde alcançado pelo vencedor do ano passado, o jovem Ricardo Marinheiro, que ganhou consecutivamente as últimas três edições do evento.

 

A “Subida à Glória Jogos Santa Casa” tem início às 20 horas de sábado, 24 de setembro, e noite dentro vai juntar amantes anónimos da bicicleta a figuras do ciclismo nacional. Juntos vão enfrentar a vertiginosa Calçada que a banda Rádio Macau imortalizou em música nos anos 80. Todas as subidas são cronometradas, sendo apurados os quatro melhores resultados masculinos e femininos que, por sua vez, vão discutir as semifinais e a finalíssima para descobrir quem é o “Torpedo da Glória” 2016.

 

O atual vencedor da Taça de Portugal de Ciclocrosse, Ricardo Marinheiro, conquistou a vitória em 2015, pelo terceiro ano consecutivo, e estabeleceu o recorde da subida em 35,59 segundos. Entre as mulheres, a mais rápida foi a bi-vencedora Vanessa Fernandes, também ela com o recorde de 1 minuto e 1 segundo, mas alcançado há dois anos. Quem não tiver pernas para subir a Calçada da Glória em grandes velocidades pode sempre apostar num visual original que será uma vez mais premiado.

 

Depois de muitos anos sem se realizar, a mítica prova regressou em 2013. É uma organização da Podium Events e conta com o apoio dos Jogos Santa Casa como patrocinador principal, entidade que está novamente associada à Semana Europeia do Desporto.

 

A “Subida à Glória Jogos Santa Casa” é realizada a pedalar entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto, em Lisboa, num trajeto com 265 metros de comprimento e um declive médio superior a 17%. As inscrições estão abertas e são limitadas a 300 participantes, homens e mulheres, a partir dos 16 anos. O levantamento do Kit de participante, incluindo a placa frontal da bicicleta, será efetuado no secretariado da prova, a funcionar na zona de partida, localizado na Praça dos Restauradores, das 15h às 19h  do dia 24 de setembro.

 

As inscrições estão abertas em www.subidagloria.com.

 

14 setembro 2016

Please reload

carris.png
Logos Site_LINHA SECUNDARIA.png
Logos Site_LINHA SECUNDARIA.png
Logos Site_LINHA SECUNDARIA.png
Logos Site_LINHA SECUNDARIA.png
Logos Site_LINHA TERCEIRA.png
Logos Site_LINHA TERCEIRA.png
Logo Lusiadas Saude-pr.png
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now